Lavanderias

REAJUSTE SALARIAL

Em 1º de março de 2021: Reajuste de  7,00% (sete por cento), aplicados sobre os salários resultantes da última convenção coletiva (março/20).

 
 

Observação: No caso de o reajuste resultar em salário menor que o normativo da função, deve ser aplicado o salário normativo.

 

REAJUSTE PROPORCIONAL À DATA DE INGRESSO NA EMPRESA:

 

MÊS DE INGRESSO

REAJUSTE PROPORCIONAL (%)

ABRIL/20

6,42

MAIO/20

5,83

JUNHO/20

5,25

JULHO/20

4,66

AGOSTO/20

4,08

SETEMBRO/20

3,50

OUTUBRO/20

2,91

NOVEMBRO/20

2,33

DEZEMBRO/20

1,75

JANEIRO/21

1,16

FEVEREIRO/21

0,58

 

 

SALÁRIOS NORMATIVOS A PARTIR DE MARÇO/2021:

 

Ingresso: (período de experiência): R$ 1.245,00  (hum mil, duzentos e quarenta e cinco reais).

 

 

Normativo Geral: R$  1.365,00 (hum mil, trezentos e sessenta e cinco reais).

 

                   

****ABONO DE PONTO****

ESTUDANTES:

As empresas abonarão os períodos de ausência ao trabalho dos empregados estudantes para a prestação de exames, matrículas ou qualquer ato em que seja necessária a presença do empregado estudante no estabelecimento de ensino oficial ou reconhecido, cujo horário conflite com seu turno de trabalho, oportunidade em que o empregado estudante deverá avisar da sua ausência ao empregador com, no mínimo, 24 (vinte e quatro) horas de antecedência.

FALECIMENTO:

Os empregadores concederão a seus empregados, por ocasião de falecimento de familiares de 1º grau: pais, filhos irmãos e cônjuge, um abono de ponto de 03 (três) dias úteis.

CASAMENTO:

Os empregadores concederão a seus empregados, por ocasião de seu casamento, um abono de ponto de 03 (três) dias úteis.

FÉRIAS – INÍCIO:

O início das férias dos empregados não poderá coincidir com dias que antecedem sábados, domingos ou dias de compensação de repouso.

FÉRIAS – PAGAMENTO EM PEDIDO DE DEMISSÃO:

O empregado que se demite antes de completar 12 (doze) meses de serviço tem direito a férias proporcionais, nos termos do Enunciado nº 261 do TST.

AUXÍLIO FUNERAL:

Em caso de falecimento de empregados, as empresas pagarão o valor correspondente a um (01) salário básico percebido pelo empregado, título de auxílio funeral, ficando a empresa isenta deste pagamento no caso de manter seguro de vida em grupo, cujo capital segurado seja, no mínimo, em idêntico valor ao referido auxílio.

****ADICIONAL POR TEMPO DE SERVIÇO****

 

QUINQUÊNIO:

5% sobre o salário básico percebido pelo empregado a cada 5 anos de serviço na empresa.

 

QUEBRA DE CAIXA:

Os empregados que exerçam a função de caixa, exclusivamente, perceberão adicional de 10% do salário mínimo profissional a título de quebra de caixa. O valor não integra salário.

 

ADICIONAL DE HORAS EXTRAS:

50% as duas primeiras e 100% as excedentes
A jornada de trabalho diária, para os que trabalham de segunda a sábado, é de 7 horas e 20 minutos. Após este horário, considera-se hora extra.
 

FOLGAS TRABALHADAS E NÃO COMPENSADAS:

Sempre que os empregados tiverem que trabalhar sem a devida compensação de descanso, receberão remuneração em dobro pelo dia de folga trabalhado, nos termos da Lei nº 605/49.

UNIFORMES:

A empresa que exigir o uso de uniforme terá que fornecê-lo gratuitamente aos empregados, que devolverão o mesmo por ocasião de rescisão do contrato, ou em casos de substituição, no estado em que estiver.

ANTECIPAÇÃO DE 13º SALÁRIO:

Os empregados que não tenham requerido o pagamento da 1ª (primeira) parcela da gratificação de natal (13º salário) no mês de janeiro, terão direito à faculdade de pedir e receber o pagamento desta parcela no dia do retorno das férias, incluindo-se no cálculo, o período de férias, até o limite de 50% (cinqüenta por cento) dos duodécimos já vencidos.

 

****ESTABILIDADES****

 

GARANTIA DE EMPREGO PARA A GESTANTE:

Fica assegurada para a empregada gestante uma garantia de 90 (noventa) dias após o retorno do benefício previdenciário, de conformidade com o que dispõe o inciso XVIII, do artigo 7º da Constituição Federal.

RETORNO DE BENEFÍCIO ACIDENTE DE TRABALHO:

Conforme Lei Federal – 12 meses após retorno.

ESTABILIDADE AO APOSENTANDO:

Fica assegurada a estabilidade provisória necessária à concessão do benefício da aposentadoria, ao empregado que mantenha contrato de trabalho com a mesma empresa pelo prazo mínimo de 5 (cinco) anos ininterruptos.

 

Para a concessão da estabilidade acima prevista, o empregado deverá comprovar a averbação do tempo de serviço mediante certidão expedida pela Previdência Social. A apresentação da certidão poderá ser dispensada caso o empregador, à vista dos documentos fornecidos pelo empregado, verifique a existência de tempo de serviço necessário à concessão do benefício.

 

A concessão prevista nesta cláusula ocorrerá uma única vez, não se aplicando nas hipóteses de encerramento das atividades da empresa, dispensa por justa causa ou pedido de demissão.

ATESTADOS MÉDICOS:

Todo trabalhador tem o direito a tratar de sua saúde. Para isso, as empresas deverão reconhecer os atestados médicos e odontológicos fornecidos por profissionais conveniados com o Sindicato, órgãos públicos e planos de saúde.

ABONO DE FALTA - MÃE TRABALHADORA:

Fica garantido à mãe trabalhadora o abono de falta para acompanhamento à consulta médica de filho de até 10 (dez) anos de idade, mediante comprovação através de atestado médico, limitada a 12(doze) faltas ao ano.

AVISO PRÉVIO:

Muitos empregados são prejudicados no aviso prévio, por falta de conhecimento de seus direitos. Observe as disposições seguintes e fique atento quando receber o aviso:

DISPENSA DO CUMPRIMENTODO AVISO PRÉVIO:

O empregado que tiver seu contrato encerrado por iniciativa do empregador e sem justa causa, que comprovar a obtenção de novo emprego, será dispensado do cumprimento do restante do período de aviso prévio. Neste caso terá o empregado direito a satisfação dos dias já trabalhados e dos demais direitos rescisórios sem qualquer prejuízo, no prazo previsto neste acordo sob pena do pagamento da multa ali inserida.

 

AVISO PRÉVIO A EMPREGADO COM 45 ANOS:

Os empregados com 45 (quarenta e cinco) anos de idade, ou mais, com 5 (cinco) ou mais anos consecutivos na mesma empresa ao serem demitidos terão direito a 45 (quarenta e cinco) dias de aviso prévio, desde que preencham ambos os requisitos.